O DIU pode alterar a minha menstruação?

Há dois tipos de DIU: o de cobre e o hormonal. Logo após a inserção do dispositivo, é provável que ocorra uma mudança no sangramento menstrual, que com o tempo tende a normalizar dependendo do tipo do dispositivo escolhido. No caso do DIU hormonal, é possível que algumas mulheres menstruem normalmente, outras tenham o fluxo …

Diferenças entre o DIU Kyleena® e o DIU Mirena®

Kyleena® e Mirena® são dois dispositivos intrauterinos (DIUs) hormonais de ação semelhante: afinar o endométrio e alterar o muco cervical, fazendo com que o ambiente seja hostil à fecundação, impedindo uma possível gravidez. Ambos contêm o mesmo hormônio, o levonorgestrel (progesterona), que é liberado no útero lentamente ao longo do tempo. É importante esclarecer que, somente o tradicional Mirena® é indicado para …

Quais sintomas indicam algum problema com o meu DIU?

Após a inserção do DIU, é comum sentir cólicas leves, que podem ser aliviadas com anti-inflamatórios. Nos primeiros meses, também é possível ter sangramentos irregulares e mudanças no ciclo menstrual. Complicações decorrentes do uso do DIU não são frequentes, mas é importante estar atenta a sintomas anormais. A posição correta do DIU pode ser sentida …

DIU

DIUs são dispositivos intrauterinos com eficácia de longa ação, que pode variar de 5 a 10 anos, dependendo do tipo escolhido. Atualmente, estão disponíveis dois tipos de DIU: o hormonal, que contém levonorgestrel (um hormônio similar à progesterona), e o de cobre. Eles estão entre os contraceptivos mais eficazes que existem, pois não dependem da …

Câncer de ovário

Câncer de ovário é o câncer ginecológico mais difícil de ser diagnosticado e o mais letal. Sua incidência está associada a fatores genéticos, hormonais e ambientais. Os sintomas costumam aparecer em estágios mais avançados — daí a necessidade de consultar o médico regularmente.

CÓLICA

A cólica, também conhecida por dismenorreia, é o sintoma mais natural e comum que acompanha a menstruação. Juntamente com a tensão pré-menstrual, é uma das principais queixas das mulheres. E esse período do mês não precisa ser tão sofrido se você seguir algumas dicas simples. Veja.

O que é Adenomiose?

A adenomiose é uma doença ginecológica benigna, que consiste na invasão da parede muscular do útero pelo tecido endometrial – que reveste a parte interna do útero e sofre descamação durante a menstruação. Na maioria dos casos, essa condição atinge mulheres acima dos 30 anos de idade que apresentam um histórico prévio de gravidez.