Gravidez em tempos de coronavírus

De acordo com estudos iniciais realizados especificamente sobre o novo coronavírus, não foram encontradas evidências de que grávidas tenham maior risco de desenvolver complicações graves da COVID-19. Entretanto, estudos mais recentes demonstraram que mulheres com idade gestacional superior a 34 semanas e Índice de Massa Corporal (IMC) maior que 30 apresentaram mais probabilidade de complicações respiratórias no decurso da COVID-19.

Embora a transmissão vertical – ou seja, da gestante para o feto – seja pouco provável, é necessário que haja medidas para prevenir infecções neonatais. Vários estudos demonstraram que não há transmissão da mãe para o feto, entretanto, existem relatos isolados de casos em que a transmissão da COVID-19 entre a parturiente e o recém-nato apresentaram probabilidade positiva, com detecção do vírus em extratos placentários. Apesar de já existir relato de detecção de vírus no leite materno, a amamentação continua sendo recomendada desde as primeiras horas de vida do bebê.

O fato de a gestante necessitar de visitas médicas regulares ou apresentar questões obstétricas no período pré-natal que demandem visitas hospitalares, a expõe a um maior risco de contaminação pelo novo coronavírus. Assim, as medidas preventivas, como uso de máscaras, cuidados com a higiene das mãos e isolamento social tornam-se de suma importância para esta população de mulheres. Além disso, as mudanças fisiológicas ocorridas durante a gestação podem deixar as futuras mamães mais vulneráveis a infecções em geral. Tendo isso em conta, no Brasil, o Ministério da Saúde incluiu as gestantes no grupo de risco. O mesmo vale para puérperas até duas semanas após o parto, incluindo as que sofreram aborto fetal.  

Leite Materno

Essa semana tivemos o dia Internacional da Doação de Leite Humano (leite materno). O Brasil é um dos países com o melhor sistema de coleta e doação de leite materno, servindo de modelo para mais de 25 países.

Ao doar, contribuímos para o fortalecimento do sistema imunológico dos bebês e para o desenvolvimento inicial das crianças.

O Ministério da Saúde tem uma página interessante que explica como doar o seu leite, veja como fazer esse lindo gesto aqui.

Leite Materno e COVID19

O consenso mundial durante a pandemia de Coronavírus, é de que as mamães devem continuar com o aleitamento materno e mesmo a doação. Devido a presença de diversos anticorpos, os benefícios da proteção oferecida pelo leite materno superam os de contágio pelo COVID. No entanto, valem os cuidados de higiene de sempre: lavar as mãos antes de tocar no rosto do bebê e uso de máscara facial.

Um abraço a todos e bom fim de semana!

 

A Futura Mamãe em época de COVID

Olá, estou aqui para falar sobre este momento tão delicado na vida das gestantes e futuras mamães.

Devido ao novo coronavírus muitas gestantes e puérperas não podem ficar junto de suas mães, mas saibam que o isolamento é um gesto de amor a seus bebês e mães.

anastasiia-chepinska-B7JVo5y3gL8-unsplash

Logo tudo irá passar e vão poder dividir todas as descobertas da maternidade juntas novamente.

Assim que formos todas liberadas do isolamento social, encontre sua mãe sempre seguindo as recomendações: máscara e cuidados de higiene.

Estou aqui para orientar e acolher seus medos e incertezas em relação a gestação e o puerpério.